31 julho 2014

Teoria do Caos

Uma das constantes perguntas da nossa vida é "e se?". Quem nunca perguntou a si mesmo usando o " e se?" antes de uma frase arrependida. O fato é que "e se?" acaba sendo uma pergunta retórica porque na maioria das vezes questionamos isso a nós mesmos de modo que não nos damos a chance de encontrarmos a explicação mesmo pequena que seja. Apenas pensamos em outra alternativa que poderia ter acontecido, mas não aconteceu. Para casos mais corriqueiros, vamos tomar como exemplo o dia em que você pegou um ônibus errado e se atrasou para algo extremamente importante, uma simples chuva que não te permitiu fazer algo, ou alguma coisa que você escolheu e depois se tornou um grande problema. Tudo isso pode ser descrito como o imprevisível em nossa vida, e há uma teoria mostrando que existem consequências por detrás dos mínimos detalhes.
Como surgiu a Teoria do Caos? A Teoria do Caos se tornou ciência quando em 1960 o meteorologista americano Edward Lorenz alterou um dos números dos cálculos de uma máquina, com decimais a menos, essa pequena mudança transformou o padrão das massas de ar. Assim, Lorenz analisou que era como se "o bater das asas de uma borboleta no Brasil causasse, tempos depois, um tornado em Texas." Com observações foram formuladas equações matemáticas que comprovaram o "efeito borboleta".
A ideia da Teoria é que fatores insignificantes, que para nós a primeira vista são irrelevantes, são os resultados drásticos de depois. A imprevisibilidade da vida tem uma explicação de teor cientifico, e que isso pode ser atribuído não só ao cotidiano, mas em diversas áreas.
Nossa vida está envolta de pequenos detalhes que muitas vezes passam despercebidos, mas o que a Teoria mostra é que um simples esbarrão, um despertador tocado depois, ou até mesmo números colocados em ordens erradas, causam algo diferente no final, sendo as consequências menores e sem tanta importância, mas que ainda assim surte algum efeito, até as maiores que mudam o rumo da sua vida. O que é preciso ser refletido é que cada escolha, ou cada pequena coisa no seu caminho irá influenciar em seu futuro, e que o "acaso" pode não ser tão "acaso" assim.
  Ilustrações sobre:


Para saber mais:
Livro: CAOS a criação de uma nova ciência  - James Gleick
Filme: Efeito Borboleta.




30 comentários:

  1. Já tinha pensado nisso, mas não sabia que realmente havia uma teoria sobre :O Que incrível! haha Isso me lembrou 'How I Met Your Mother', se algumas coisas não tivessem ou tivessem acontecido, o Ted não teria conhecido sua esposa (meio confuso, mas da pra entender, não é?). ADOREI, ADOREI, ADOREI! Morri com as tirinhas HAHA Pesquisarei mais! Beijão!

    www.garotasdemustache.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, lembra um pouco uma parte do "contexto" da série "How I Met Your Mother" kkkkk Concordo, Midria é um tanto confuso, mas dá para entender.
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  2. Eu gosto muito dessa teoria! As vezes um segundo pode mudar tudo.
    e-nquantoisso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é justamente esse o sentido, que um segundo muda tudo o.o kkkkk
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. É meio depressivo pensar assim, mas o pior é que realmente pode acontecer. Mas pra falar a verdade prefiro ficar pesando que coisas irrelevantes são realmente irrelevantes.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo também Laura, as vezes eu também prefiro pensar que algumas coisas irrelevantes são irrelevantes, mas acho importante refletirmos sobre elas... Sempre tem algum pesinho no final kkkk
      Obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  4. Nossa que interessante, já assisti o filme efeito borboleta, mas não sabia que tinha uma teoria! hahah
    Vou pesquisar mais, amei o post meninas!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na primeira vez que eu assisti esse filme também não sabia sobre a teoria, mas agora vejo que realmente esse filme consegue abordar muito bem o sentido do "efeito borboleta"
      Obrigada, Lívia *-*

      Excluir
  5. É incrível como uma ação aparentemente insignificante pode mudar a nossa vida, neah?
    Eu não sabia que existia um teoria sobre isso. É tão estranho pensar que minha vida podia ser totalmente diferente hoje em dia, rs.
    Beijos.
    infinitafeminice.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito estranho pensar em outras possibilidades né? Até um pouco assustador...
      Obrigada pela visita, Natalia!

      Excluir
  6. Sempre fico pensando umas coisas assim, acho muito legal essas teorias de que coisas tão insignificantes podem gerar tantas outras coisas mais importantes haha.
    http://luludeluxemburgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho super legal essas teorias, Ana!
      Obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  7. Já havia ouvido o nome "Teoria do caos", não me recordo, quando, onde e o contexto da conversa. Mas nunca tinha parado para entender o que de fato é, e achei interessante.
    Até mais e um bom final de semana para você. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem interessante mesmo, Renato!
      Obrigada, igualmente.

      Excluir
  8. Oi, Carolina, tudo bem?
    Eu já havia ouvido falar nisso. Na verdade, teve uma época que eu estava obcecada com isso. Até que ouvi falar no livro "O segredo do meu marido". E depois que o li, fiquei traumatizada, rs. Ele não fala da teoria, mas podemos vê-la nele. É muito estranho.
    Beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roberta!
      Eu já ouvi falar desse livro, mas nunca li. Vou procurar ler, fiquei curiosa agora kkkk
      Beijos, obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  9. Já tinha ouvido falar sobre a teoria do caos, mas nunca tinha procurado saber. As tirinhas me lembram cenas de alguns filmes que só aconteceu tal coisa por o ator fez uma coisa, mas se ele não tivesse a feito nada disso teria acontecido, eu acho que deu para entender kkkkk Gostei de saber sobre isso :P

    blog-conectada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me lembra muito filmes também, Nathalia, principalmente porque sempre acontece essas coisas né? De sempre no passado do personagem ter ocorrido algo que se não tivesse acontecido, seria diferente... kkkkkk
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  10. As ilustrações me lembram desenhos animados <3
    http://lecry.blogspot.com.br/2014/08/resenha-tentacao-sem-limites.html

    ResponderExcluir
  11. Eu já tinha visto algo sobre isso em algum lugar e acho fascinante <3.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Como toda boa pessimista, eu amo a teoria do caos. E o Efeito Borboleta (principalmente depois do filme, por mais clichê que isso possa parecer rsrs). O "e se" assombra a minha vida, é um fato.
    Achei o post super interessante, porque ainda não conhecia a origem da teoria, todo esse lance sobre mudar números insignificantes no aparelho e acabar provocando uma deformidade nas massas de ar.
    E as tirinhas, geniais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do post, Mari! O "e se" é mesmo assombroso...
      Obrigada pelo seu comentário <3

      Excluir
  13. Oi, Carol!

    Eu acredito muito nessa teoria, acho que cada passo que damos faz a diferença. Gostei muito do post!

    Beijão,

    Natalia Leal
    Páginas Encantadas
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natalia!
      Concordo com você cada passo faz diferença. Obrigada <3
      Beijos.

      Excluir
  14. Sempre me pego pensando nessa teoria, e nos "e se...", porque é impressionante como uma ação muda o destino de muita gente, nem que seja só um pouquinho.
    xoxo | http://red-beaniel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Haline, é impressionante como sempre muda nem que for um pouquinho...
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  15. Já tinha ouvido falar mais nunca tinha entendido.
    Adorei saber mais
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É fascinante né? Obrigada pelo comentário!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...